TEMAS

sábado, dezembro 06, 2008

É VITAL

È preciso alguma coragem para se pegar no dossier crime ecológico em Cabo Verde e no mundo inteiro, onde quer que haja ganância e capitalismo selvagem.
Os malefícios causados a ecologia e á biodiversidade do planeta começam a assumir contornos dantescos no nosso país. Só a título de exemplo: no caso específico de apanha de areia, a agua do mar quando desagua numa praia não encontra areia que deveria funcionar como filtro protector; e em vez de areia encontra pedras por onde se infiltra pelas frestas até desaguar em terra batida e apartir daqui já não há retorno: mete-se pelo subsolo que se estende até aos campos de cultivo, vai, daí, ganhando terreno até que chegue a um pé de papaia ou de feijão fazendo estragos consideráveis. Muitos terrenos de cultivo já sofrem com este desequilibrio ecológico. Aquilo que no principio começara, apenas, como um acto de sobrevivencia de familias carenciadas (que deveriam e devem ser protegidos por uma politica social mais justa, salve-se!) teve (e tem) as suas concequências, podendo resvalar em catástrofe ecológica se se reverter em actividade empresarial/industrial.

Diga-se de passagem, que essa atitude predatória está já a ser avaliada pelo nosso realizador de documentários Mário Benvindo que anda agora com um projecto sobre a preservação das tartarugas marinhas - «Tarturismo». O realizador pretende revelar uma certa «hipocrisia» á volta desta questão, pois ao mesmo tempo que se fala em protecção das tartarugas marinhas as motos de praia - aquelas de duas rodas - andam a espezinhar os ovos de tartarugas e tartaruguinhas que começam a nascer. Isso sem esquecer a matança de tartarugas.

Esta delapidação da reserva ecológica do país causado por actividades empresariais ilícitas e pelo turismo perverso é resultado das opções políticas. Não é á toa que o poder judicial (?) custa a munir-se de uma verdadeira Magistratura. Sem tirar nem pôr.
... como diz «Bianda» estamos FU...

1 comentário:

Vera disse...

Só uma correcção. Não se trata de crime Ecologico, mas sim AMBIENTAL.

Existe uma diferença entre ecologico e ambiental.

Abraços